Você já parou para pensar porque nós geralmente costumamos estudar cases de sucesso? Esta metodologia válida nos ajuda a aprender o que deu certo e qual foi a diferença ou inovação que foi usada para alcançar o sucesso. Mas na maioria dos casos, não nos conscientizamos de que aqueles que conseguiram triunfar, também cometeram erros. Isto leva a uma conclusão simples: tão importante quanto saber o que fazer é também estar ciente do que não fazer.

Muitas pessoas não estão cientes do poder da negação, ou seja aqueles com uma atitude pessimista sobre o que é realizado, acabam imergindo de negatividade o projeto e as pessoas envolvidas nele, o que faz com que geralmente esta iniciativa acabe sendo um esforço estéril.

O medo e os problemas são inevitáveis ​​, mas se você é capaz de enfrentá-los e encontrar soluções no final de cada estrada acabará por se tornar oportunidades.

Nossa atitude frente os problemas e obstáculos é considerada a principal armadilha que temos e em muitos casos só nos leva em direção ao fracasso.

Uma das limitações mais comuns que estabelecemos é a de que sem dinheiro não se consegue nada. Se pensarmos que a falta de recursos financeiros é algo sempre negativo, isso seria uma simples falta de perspectiva e uma desculpa para não empregar esforços suficientes na procura de oportunidades que não necessariamente precisam desses recursos ou fontes alternativas para desenvolver o projeto.

Outro obstáculo comum é a concorrência; aquela que já existe no mercado ou que podemos encontrar no decorrer do projeto, que às vezes nos leva a sentir a derrota antes mesmo de ter fracassado. Em qualquer caso, ter consciência das nossas limitações é útil se sabemos usar isso para ajudar a transformar nossas fraquezas em fortalezas. O fracasso existe apenas se identificamos nossas fraquezas e não fazemos nada a respeito.

Portanto, é importante impregnar nossas ações e nossas relações com positividade, sempre olhando para as novas e diferentes alternativas, assumindo novos riscos que nos permitam tomar caminhos diferentes, esperando resultados diferentes, e não parar diante das críticas ou zombarias, “você não pode isso ou isso não vai funcionar.”.

Para conseguir isso, é importante estabelecer uma rotina e a auto motivação que nos transmita otimismo. Quando você conseguir isso, sem dúvida, vai acabar contagiando a todos em sua volta e convidará as pessoas no seu entorno a trabalhar em seus empreendimentos. Nunca devemos esquecer que só falha quem tenta fazer e que o maior fracasso é nunca tentar.

“Seus sonhos devem se tornar a meta de todos os dias. As barreiras que se interpõem para atingir estes fins são apenas uma maneira de aprender a fazer melhor.” Andrés Zawadzki W.

Por ActionCOACH Andrés Zawadski – Costa Rica

Voltar