Quero uma empresa melhor, mas não quero mudar! É possível?

Sendo enfático: Não! Se sua equipe não produz como deveria, se seus clientes não param de reclamar, se a concorrência está tomando seu mercado e se sua empresa está lhe trazendo resultados pífios, a melhoria é algo imprescindível. A primeira pergunta a ser respondida é: Estou realmente disposto a mudar?
Eu imagino que você já está na gestão há um certo tempo. Imagino também que você não aguenta mais aquelas coisas pequenas que minam o dia de qualquer gestor. Também suponho que você não tem mais paciência para leitura, cursos, networking ou qualquer coisa que te dê “mais trabalho”. Com minha experiência posso afirmar: Você está submerso na sua zona de conforto, e pior, está levando seu negócio para o fundo desse poço.
Então, minha proposta de solução é a seguinte:

  1. 1. Admita que a empresa é reflexo do seu comportamento e, para melhorar, você precisará fazer coisas que te tomarão energia.
  2. Admita que está perdido e precisa de ajuda. Um mentor, um coach, um grupo de amigos, um clube de negócios… busque alguém para trazer uma visão de fora da sua zona de conforto.
  3. Volte a se apaixonar pelo seu negócio. Assim como num relacionamento matrimonial, se você não criar situações da época em que eram “namorados”, onde a chama estava acesa, você e sua empresa somente estão se aturando. E isso não é bom! Sabe como é, né!?
  4. Monitore seu comportamento depreciativo. Peça para que as pessoas a sua volta lhe avisem quando você estiver sendo negativo (desculpas, negação, culpando terceiros).
  5. Pratique atividades que fortaleçam sua proposta de mudança. Corrida, natação, caminhada, aula de inglês, aula de algum instrumento musical…. Ou seja, vincule a mudança do seu negócio à uma mudança pessoal.
  6. Se nenhuma das opções acima lhe convém, o próximo passo é aceitar o que a sorte lhe reserva. Mas, ainda assim: Pare de reclamar, pois isso não agrada ninguém.

Se deseja uma real mudança na gestão do seu negócio e pensa que têm mente aberta e engajamento, vamos agendar uma sessão de business coaching sem custos, e verificaremos juntos onde sua empresa ainda pode prosperar.

Por ActionCOACH Gustavo Winkelmann

 

Voltar
junho 7th, 2016|ActionSTEPS|Comentários desativados em Quero uma empresa melhor, mas não quero mudar! É possível?
Pular para a barra de ferramentas