Uma das principais funções das organizações, além de gerar lucro para os investidores, é contribuir de forma positiva e/ou lucrativa para o desenvolvimento da sociedade como um todo. Para viabilizar estas funções, as empresas estabelecem visão, missão, valores, objetivos, metas e estratégias, sendo todo este conjunto de ações direcionado ao seu crescimento tanto no presente quanto no futuro.

Dependendo do nível de organização da empresa, estes planos podem ser formais, através de assembleias, inclusive com a utilização de especialistas em cada uma das áreas, ou informal, quando toda a estrutura do plano de ação está apenas na cabeça do empresário. Porém, independente da maneira como os planos são elaborados, a comunicação é que será um fator determinante para o sucesso na implementação de novos projetos.

Comunicação é uma palavra derivada do termo latino “communicare“, que significa:

“participar algo, tornar comum”. Desde o princípio dos tempos, a comunicação sempre foi de importância vital, sendo uma ferramenta de integração, instrução, de troca mútua e desenvolvimento.

Um bom sistema de comunicação é o que fará com que todos dentro da empresa trabalhem na mesma direção, focalizando os esforços para alcançar os mesmos objetivos. Além disto, é este mesmo sistema que fará com que os clientes, fornecedores e outras pessoas externas à organização entendam qual é a função da empresa na sociedade. Será apenas perda de tempo, energia e dinheiro se a empresa elaborar seus projetos e não tiver a capacidade de transmitir suas ideias de forma clara e objetiva aos seus colaboradores, clientes e parceiros.

Sistemas de comunicação mal elaborados ou falhos são como aquela brincadeira do telefone sem fio: você fala uma frase bem baixinho no ouvido do colega que estiver ao seu lado e este repete a frase, como a ouviu para a próxima pessoa e assim sucessivamente até o último da fila, que deve dizer a frase em voz alta, e normalmente recebe uma mensagem tão distorcida e tão diferente da original que chega ser engraçado e divertido quando isso é apenas uma brincadeira. O problema é que isto é a realidade em muitas organizações, sendo um fator crítico para a empresa, pois na melhor das hipóteses, desperdiça apenas tempo e dinheiro. E na pior delas, pode levar a empresa à falência.

Apesar de toda a modernização dos processos empresariais e da eficiência cada vez maior alcançada por máquinas e outras técnicas, a comunicação nas empresas ainda é fundamental para que uma equipe produza mais e a organização mantenha sua credibilidade, o engajamento dos funcionários e o respeito e interesse do público externo.

Sem uma boa comunicação, as organizações estão sujeitas a uma série de prejuízos, tanto de ordem financeira quanto de imagem e reputação. É através dela que empresa, sociedade, família e todos os outros grupos se entendem, se relacionam e se desenvolvem.

Desta forma, é de extrema importância que as empresas possuam profissionais qualificados que cuidem dessa questão, além de oferecer meios para que ela seja facilitada, sem perder em eficiência, praticidade e segurança. E é assim que se alcança o sucesso.

Por ActionCOACH Kleber Leal | Brasil

Voltar