Por ActionCOACH Osvaldo Marín / México

Somente as bandas possuem fãs? Como uma empresa pode gerar clientes fanáticos de seus produtos ou serviços?

Há alguns meses atrás, tive a oportunidade de ir a shows das minhas duas bandas favoritas, Def Leppard e Journey, e se me perguntassem qual é a minha banda número um, não hesitaria em responder que definitivamente é DEF LEPPARD. É isso mesmo, eu me declaro um fã do DEF Leppard (banda de rock inglês) desde que eu estava no colegial. Desde esta época eu comprei todos os álbuns: os inéditos, os ao vivo, as compilações de sucessos e claro, vou a um show toda vez que minha agenda permite, ou eu escuto pelo menos uma música deles por dia. E você, querido leitor, você está se perguntando que relação existe entre o gosto por um grupo musical e um artigo cujo o tópico é sobre clientes de empresas? A resposta é que existe uma relação clara e forte entre o conceito “fanático” de um artista musical e o “cliente” de uma empresa.

Mencionarei os motivos pelos quais considero que sou fanático por esta banda:

ORIGINALIDADE: a música do Def Leppard tem características distintas que a torna única, assim como seus arranjos de guitarra, altamente tratados e montados, seus coros harmoniosos, melodias com um alto nível de energia e poderosas baladas. Além disso, geralmente todos os membros da banda estão envolvidos na composição das letras e músicas.

CONSISTÊNCIA: durante a sua história, a banda passou por algumas mudanças, alguns componentes saíram (ambos guitarristas) por conta dos típicos problemas de uma banda de rock dos anos 80, o vício do álcool também forçou a saída de um membro fundador e provocou a morte de outro integrante, isso gerou uma nova mudança na guitarra elétrica. Apesar dessas mudanças, a identidade musical e o som da banda sempre foram semelhantes e até aumentaram sua qualidade.

HISTÓRIA INSPIRADORA: o que poderia se tornar uma tragédia, tornou-se o “coração” da banda, quando Rick Allen (membro mais jovem e baterista) sofre um acidente de carro, que resultou na amputação do braço esquerdo (seu predominante) e, portanto, uma aposentadoria obrigatória de sua atividade musical. O grupo estava sempre ao seu lado, e apesar da condição delicada e irreversível, eles o apoiaram e motivaram, quando ele disse que voltaria a tocar; o resultado disso foi a inspiração de Rick para projetar uma bateria elétrica e adaptada, na qual os movimentos de seu braço esquerdo seriam feitos por meio de seu pé esquerdo, e atualmente ele consegue dominar o sistema de tocar a bateria acústica. Em cada show, o vocalista Joe Elliot menciona uma frase antes da música “Rock of Ages”, na qual Rick participa na introdução: “… o mais incrível que já nos aconteceu foi o retorno do Thunder God “, o que acontece depois, que você pode imaginar!!!

EXPERIÊNCIA TOTALMENTE AO VIVO: ouvir a banda ao vivo é uma experiência muito melhor do que ouvir um disco de estúdio, e assim como os vinhos antigos, quanto mais os anos passam, melhor eles tocam. A única insatisfação, se existir, é que eles deixaram de tocar algumas das minhas músicas favoritas e que nunca, mais de duas horas serão suficientes para escutar todos os hits de seu amplo repertório.

ATENÇÃO AOS FÃS : Aqui quero destacar dois pontos. A banda tinha alto senso de empatia com seus fãs. Ponto 1: durante uma temporada de shows, em uma ocasião em Las Vegas, no momento correspondente à banda que iria abrir o show, eles surpreenderam o público ao se apresentarem como Dead Flatbird, a banda que melhor imitava Def Leppard, tocaram as músicas mais antigas e que geralmente não tocam em seus shows atuais. Ponto 2: durante uma viagem em um cruzeiro temático da banda, onde o evento principal seria um show no auditório do barco, infelizmente o vocalista Joe Elliot sofreu uma laringite que o impediu de realizar o evento, então ele subiu ao palco e pediu desculpas a todos os presentes, explicou o que estava acontecendo com sua saúde e se despediu dizendo que o show seria realizado tendo os guitarristas como vocalistas e que a apresentação contaria com participações especiais de vocalistas de bandas convidadas e que cada um dos participantes do evento receberia um ingresso especial, com data aberta para assistir um show do Def Leppard em qualquer lugar do mundo, para que eles tivessem a oportunidade de  disfrutar um show da banda cem por cento completa.

Portanto, uma vez mencionadas as razões pelas quais uma pessoa se torna fã de um grupo ou de um artista musical, qual dessas razões não se encaixaria no foco de uma empresa ao prestar um serviço ou fabricar um produto? Definitivamente, qualquer empresa pode e deve:

  • SER ORIGINAL: definir uma Proposta  Única de Vendas (PUV) e sua garantia.
  • SER CONSISTENTE EM QUALIDADE OU SERVIÇO: cuidar de um processo ou sistema que é constantemente revisado e atualizado para garantir que a qualidade do produto ou serviço seja mantida em todos os momentos.
  • TER UMA HISTÓRIA INSPIRADORA: comunicar aos clientes a visão, missão e valores que sustentam a criação e o crescimento, o que hoje permite aos seus fundadores competirem no mercado.
  • CONSTRUIR EXPERIÊNCIAS: garantir que os clientes recebam uma experiência de valor no uso do produto ou prestação de serviço por cada um dos membros da empresa que têm a responsabilidade de estar frente a frente com o cliente.
  • MANTER O FOCO NO CLIENTE: pensar e executar os fatores WOW em momentos-chave, com ações que surpreendam os clientes e reforçam sua lealdade à empresa, fazendo com que eles se sintam importantes.

Na ActionCOACH, ensinamos aos nossos clientes a diferença entre COMPRADOR e CLIENTE. Um COMPRADOR é aquele que faz uma “compra única” de nosso serviço ou produto e não retorna mais; mas fazer com que o COMPRADOR se torne um CLIENTE, é fazer com que ele compre inúmeras vezes ao longo do tempo. Além disso, um verdadeiro CLIENTE recomenda você a outros possíveis CLIENTES.

Por isso, uma banda ou artista musical que transcende ao longo do tempo também é uma empresa, já que o nome deles se torna uma franquia com um legado que lhes permite continuar criando e vendendo novos materiais musicais, vendendo souvenirs atraentes e ingressos para shows, atraindo novas gerações de fãs através das recomendações de outros que promovem satisfação e qualidade garantida. Eu convido você a adicionar à sua definição de CLIENTE a palavra FANÁTICO, permanecendo assim o conceito de CLIENTE FANÁTICO, e então O QUE VOCÊ TEM QUE FAZER PARA ATRAIR CLIENTES FANÁTICOS AO SEU NEGÓCIO? COMO VOCÊ VISUALIZA O IMPACTO EM SUA EMPRESA TENDO CLIENTES FANÁTICOS, EM VEZ DE CLIENTES COMPRADORES?

Espero que este artigo tenha sido de GRANDE VALOR PARA VOCÊ e o ajude a descobrir os caminhos que permitam transformar o negócio em um ímã de CLIENTES FANÁTICOS do produto ou serviço que você oferece hoje.