Por  ActionCOACH

Quantas vezes você já ouviu pessoas dizerem “Eu não tenho tempo suficiente para fazer…” ou “Se eu pudesse encontrar tempo para fazer…” Ou “Estou muito ocupado para fazer…” Talvez a pessoa que você ouviu dizendo isso ou coisas semelhantes é a mesma pessoa que olha para você todas as manhãs no espelho do banheiro. Bem, é hora de parar de culpar o tempo! O tempo é absoluto – há 24 horas (1440 minutos, 86.400 segundos) em um dia e isso nunca mudará. Não podemos “administrar” o tempo. O que podemos administrar é o que fazemos nos próximos 60 minutos.

A maneira como usamos o tempo é um dos grandes determinantes de como somos bem-sucedidos tanto como empresários quanto como indivíduos. Todos, de Bill Gates ao pequeno empresário, recebem a mesma quantidade de tempo todos os dias, 24 horas. Pense nisso como as corridas de automóveis, onde fazem com que todos os pilotos conduzam carros de corrida idênticos construídos e ajustados. O vencedor é então determinado, não por quem tem o carro mais veloz, mas quem pode conduzir melhor o automóvel. Da mesma forma na vida os “vencedores” são aqueles que aprendem a dirigir melhor o uso do tempo.

Então, como você controla o seu tempo?

  1. Aceite que não existe tempo demais ou tempo de menos. Há tempo suficiente disponível para você ser bem-sucedido, outros tiveram sucesso e não tiveram mais tempo do que você. Tome posse de sua situação. Seja responsável pelos seus resultados e responsável por suas ações.
  2. Decida o que você quer realizar. Em o que você quer ser “bem sucedido”? Para alguns isso pode significar fazer um milhão de dólares, para outros pode significar ser saudável, enquanto outros podem estar olhando para ter um melhor relacionamento com sua família e amigos. Esse é o seu objetivo. Você também deve entender os benefícios para você de alcançar o objetivo – como isso fará você se sentir quando o alcançar. Tanto o objetivo quanto o seu “porquê” devem ser escritos com um cronograma.
  3. Depois de ter decidido o objetivo e o seu “porquê”, você deve agora determinar as atividades que serão necessárias para você atingir esse objetivo. O que eu tenho que fazer? Que compromisso de tempo eu farei? O que eu preciso para ajustar / sacrificar / reduzir / delegar para ter tempo para fazer as atividades identificadas? Lembre-se se foi fácil para todos, inclusive você já teria feito isso. O que separa os usuários bem-sucedidos do tempo dos que não tiveram sucesso é a disciplina e determinação para obter seus objetivos, não importa o que aconteça. Os vencedores nunca desistem e nunca desistem de si mesmos.
  4. Entenda que vida e negócios são escolhas. Você escolhe como vai gastar seu tempo, em quais atividades e quanto em cada uma delas. Isto é uma maratona, não uma pequena corrida. Ser bem sucedido em diversas áreas requer esforço e tempo. O sucesso vem como um laser, foque em um ou dois objetivos. Uma vez que eles são realizados, você passa para o próximo conjunto de metas e se concentra naqueles.
  5. Prepare seu calendário a cada semana criando “compromissos” para realizar as atividades que você identificou. Estes são predefinidos no seu calendário antes de mais nada. Trate-os como se o compromisso estivesse com o seu cliente mais importante. Você mudaria facilmente sua “reunião” das segundas-feiras às 14 horas só porque alguém pediu esse horário? Não, você negociaria – “Tenho compromisso nesse horário. Posso ver você às 13h ou depois das 15h, funcionaria para você?.
  6. Seja rigoroso com sua agenda. Se você não se importa como seu tempo está sendo gasto, por que mais alguém deveria? Aprenda a dizer “não”. No livro de Stephen Covey, “7 hábitos de pessoas altamente eficazes”, ele divide as atividades em 4 categorias – Não Importante / Não Urgente, Urgente / Não Importante, Urgente / Importante e Não Urgente / Importante. O perigo para a maioria das pessoas é a categoria Urgente / Não Importante. É quando estamos respondendo às urgências de outras pessoas, no entanto, a atividade não nos move em direção ao nosso objetivo – por definição, não é importante. Cuidado com o tempo e esforço dedicado a essas tarefas. Realize seu próprio estudo de uso do tempo. Cada minuto que você pode desviar de categorias não importantes para categorias importantes o aproximará do seu objetivo.
  7. Analise seus sucessos e desafios ao cumprir sua agenda a cada semana e faça ajustes sempre que necessário. Seja honesto consigo mesmo e reforce continuamente o seu “Porquê” – o que você está tentando realizar e o quanto isso é importante para você.
  8. Encontre um parceiro ou mentor de responsabilidade para ajudar a mantê-lo no caminho certo. Todos podemos usar ajuda de vez em quando – é uma força admitir isso, não uma fraqueza.

Resumindo, pare de culpar o tempo, assuma o controle do seu tempo e se comprometa com a disciplina necessária para vencer a corrida sendo o melhor “piloto” do tempo que você pode ser.