Geralmente pensamos que foco é ter clareza sobre o que é necessário ser feito para se atingir determinados objetivos.

Eu tenho uma visão diferente sobre isso. Penso que foco é ter clareza sobre o que é necessário ser feito mas também, e muito mais que isso, ter clareza e domínio sobre o que NÃO FAZER.

O problema não é que você não está fazendo o que deveria ser feito, mas é que você está fazendo o que não deveria estar fazendo. Onde você está gastando ou investindo o seu tempo?

 

 

Faça um registro do seu dia-a-dia. Seja honesto consigo mesmo e seja o mais preciso possível. Classifique e calcule o percentual do seu tempo em cada um dos quadrantes acima, durante o seu horário de trabalho.

É muito gratificante permanecer nos quadrantes do Sucesso e Estímulo mas, mesmo no quadrante do Sucesso, avalie se a atividade que você está fazendo AQUI e AGORA é o melhor que você poderia fazer para atingir os seus objetivos e metas.

Elimine ou reduza ao mínimo as atividades que não estão alinhadas com seu propósito e suas metas, ou que não tenham significado para seus objetivos pessoais ou de negócios. Além de reduzir, delegue ou terceirize aquelas do quadrante Sobrevivência que não foi possível eliminar. Use de forma consciente as atividades do quadrante Estímulo como recompensa para as suas conquistas e comemore.

Estude, pratique e desenvolva suas habilidades para transformar Sacrifício em Sucesso. Se você não quiser ou não conseguir, sistematize ou delegue para alguém que tenha as habilidades necessárias. Caso contrário você vai ser um grande gargalo para o seu negócio. Administrar bem o quadrante do Sacrifício é fator crítico de sucesso já que a tendência é procrastinar essas atividades.

Qual é a sua meta? Permanecer 80% do tempo no quadrante Sucesso até o final do semestre?