O que tornaria um empresário como “o pior” do Mundo? Pense por alguns segundos e pontue quais são os critérios que podem classificar um dono de empresa numa espécie de ranking? Difícil, não é? Provavelmente você não teria consenso dos próximos 10 amigos empresários com quem debateria isso.

O básico é colocar Faturamento, Lucro, Número de Clientes, Participação de Mercado, Nível de Satisfação dos Clientes (e dos colaboradores) e por aí segue.

O grande detalhe é saber se realmente isso é o que importa?

Trabalhando com empresas há mais de nove anos, vou colocar quais são os 4 itens que mais desqualificam os empresários e os colocam entre os piores:

100% operacional

Ser mais operacional que estratégico certamente colocará você no rol dos mais suados empresários, mas não nos mais bem-sucedidos. Você pode ganhar dinheiro, viver bem… mas não tem férias, vive estressado com clientes, com colaboradores e tem a crença de que “se quer bem feito, faça você mesmo”.

 

100% anti-números

Toda decisão racional que terá de tomar na empresa será baseado em números. Esses números podem ser resultado fim de algum processo ou indicadores meios. Medir, através de números, o progresso do negócio, é a chave que muitos donos de negócio não querem virar. Muitos que conheci, não gostavam de números e a falta de análise, certamente, sucumbirá os melhores resultados que seu negócio pode gerar.

 

100% inflexível

É certo (e necessário) que ser dono de um negócio, muitas vezes, é tomar decisões impopulares. Porém, não ceder à algumas sugestões da equipe e de parceiros e não aceitar que sua verdade absoluta é “furada”, potencializa o risco de o negócio dar errado.

 

100% sozinho

“Se deseja ir pra frente, pode ir sozinho, mas se deseja ir longe terá que ter a ajuda de pessoas”. Pensar que você pode tudo sozinho é ilusão. Não mapear as melhores pessoas que podem te ajudar (colaboradores, parceiros de negócio, sócio…) é um erro comum.

 

Pense estrategicamente, atente-se aos indicadores formadores de resultados, mantenha a mente aberta e tenha a ajuda para cada etapa do seu progresso. Isso fará com que você chegue no topo da sua montanha!

 

Para finalizar, lembre-se que “Não é o que você sabe, é o que faz com que sabe!”

 

Ps.: No trabalho de mentoria e coaching empresarial que realizo, exponho as feridas e os curativos que sua empresa necessita. Já trabalhei com mais de 500 empresas e posso afirmar “Os problemas se repetem e sempre pelos mesmos motivos”. Se te interessar, podemos realizar uma sessão de cortesia e já ter uma boa dimensão do que poderemos fazer juntos. Reserve uma hora presencialmente ou via Skype.

 

Com todo meu engajamento,

Gustavo Mentor Winkelmann

Business Coach & Mentoring

+55 (45) 9.9993-0987