Bons líderes são criativos em vez de reativos. Em outras palavras, eles antecipam demandas e tendências futuras, e fazem novos produtos ou adaptam aqueles que já têm para atender esse futuro.

É mais importante do que nunca ser capaz de entender como essas mudanças afetarão seu negócio, e estabelecer maneiras de tirar o máximo proveito dessas mudanças.

Você é um líder criativo ou reativo?

Veja como você pode testar seu potencial.

Os líderes empresariais criativos estão sempre se fazendo as seguintes perguntas:

• O que os potenciais clientes realmente precisam agora?

• O que os preocupa?

• O que lhes provoca dor?

• O que eles estariam ansiosos para comprar?

• Como posso tornar nossos clientes atuais mais felizes?

• Como podemos fazer os produtos que vendemos para eles melhores? Mais úteis? Mais valiosos?

Você se faz essas perguntas? Regularmente? E se você fizer isso, você acabará não apenas com boas, mas sim grandes respostas, respostas que podem alavancar o seu negócio?

Teste suas habilidades criativas contra a lista a seguir.

Você:

• é motivado por fatores internos?

• é focado no trabalho, não na política?

• é orientado para o objetivos, em vez de focado na crise?

• é um bom construtor de relacionamentos?

• usa ao máximo seus maiores talentos?

• define metas agressivas de longo prazo?

Vejam as características comuns em líderes “reativos”. Eles geralmente:

• são motivados por fatores externos como dinheiro e poder.

• estão focados na política corporativa, não no trabalho.

• permitem que seu tempo seja ditado pelo que está em sua caixa de entrada.

• às vezes ignoram seus talentos mais fortes em favor da “boa gestão”.

• estabelecem objetivos de um a cinco anos.

• acreditam que nada é sagrado e as relações são dispensáveis.

Quantas dessas características reativas se aplicam a você?

Como você se classificaria?

Os melhores líderes tem orientação a longo prazo, são pessoas amigáveis, leais, ansiosas para fornecer melhores produtos e serviços, e despreocupados sobre onde eles estão e qual é sua posição na empresa. E isso é algo para se pensar.

By ActionCOACH/Adriana Ximenes