Por ActionCOACH Alejandro Izquierdo / Guatemala

Quando você inicia sua empresa, é muito importante trabalhar em suas fundações tendo controle sobre o destino (visão, missão e objetivos), conhecendo claramente o fluxo de dinheiro, gerenciando corretamente o tempo e garantindo a entrega consistente do produto ou serviço que você decidiu inserir no mercado.

Então você deve ter um plano de marketing sólido, baseado em pelo menos 10 estratégias diferentes voltadas para o seu público-alvo, que serão sistematicamente testadas e mensuradas para prever o resultado. O terceiro nível do jogo consiste em retornar ao interior de sua empresa para construir ou fortalecer quatro esquemas que servirão de base para o crescimento e são conhecidos como áreas de suporte:

1) Equipe: 
Quantas vezes você já ouviu falar que as pessoas são os pontos mais valiosos em uma empresa? Bem, acredite em mim, se é dito tantas vezes é porque é verdade … especialmente nas PMEs, as pessoas são vitais. Um mau elemento em uma empresa de 1.000 funcionários não aparece, mas se somos 4 no negócio, ter um funcionário tóxico significa um 25%. Recrute, treine, capacite, desenvolva e avalie sua equipe constantemente. Você nunca vai se arrepender de investir nela e muito menos se tiver alcançado um crescimento sustentável ano após ano. Não é fácil, mas certamente lhe dará maturidade, experiência e liderança.

2) Sistemas: Ter um bom sistema não significa necessariamente investir em ERPs caros (Enterprise Resource Planning), nem construir uma “caverna de morcegos”. Um bom sistema é aquele que lhe serve e que documenta o que você diz que faz, e tem controles que lhe permitem saber se você realmente faz o que diz. Você pode começar por ter formatos impressos, planilhas e relatórios básicos que depois crescerão, amadurecerão e se tornarão a base de um aplicativo ou software on-line. Se tudo está desorganizado e você decide instalar um programa que faz tudo mais rápido, talvez você receba “mais erros por minuto”. Trabalhe primeiro em controlar seus processos internos e simplifique-os com uma ferramenta ou com um aplicativo.  

3) Contabilidade: Você pode ter formação acadêmica no ramo, ou você pode gostar de trabalhar com números, mas isso é sobre ver o panorama como empresário. Você deve ter uma contabilidade transparente e confiável para a tomada de decisões. A ideia não é dedicar horas a essa atividade. Pense em apoiar-se em um bom escritório que o ajude com uma estratégia fiscal eficaz, que economize seu tempo, que você não precise mover um lápis e que seja ordenado para apresentar as informações que lhe permitem analisar e tomar ações imediatas. Pague seus impostos corretamente e no prazo, evite surpresas com multas e sobretaxas e administre uma empresa profissionalmente desde o início. 

4) Distribuição: Hoje existem muitas alternativas para poder ter uma logística eficiente e competitiva. Antes de pensar em comprar uma van de entrega e contratar um motorista, analise o custo benefício de tê-lo ou não. Se você decidir fazer esse processo, dentro dos seus custos de distribuição, você deve considerar muito mais do que apenas gasolina e o salário do motorista. Pense em depreciação, manutenção, revisões, licenças, riscos que envolvam a contratação de seguro de vida, roubo total ou danos a terceiros, etc. Provavelmente, negociar uma boa taxa para suas entregas com terceiros é o mais prático no início, ou mesmo depois de você ter uma operação mais robusta.