Por ActionCOACH Celio Melim / Brasil

Ao procurar por um colaborador é essencial analisar se ele possui competência para ocupar a vaga, algo que pode ser conferido nas informações que ele insere em seu currículo. Entretanto, é preciso ir além. Existem outros elementos a serem considerados no processo de seleção que diferenciam bons profissionais daqueles que podem oferecer o serviço ideal para a sua empresa.

Quer saber mais sobre isso e refinar ainda mais seu processo de seleção? Então siga conosco e acompanhe este texto!

O que é preciso procurar nos candidatos

Existe um termo que resume tudo o que você precisa encontrar: atitude. Uma pessoa com atitude sabe o que quer e está acostumada a se auto-gerenciar em função de objetivos claros. Isso é fundamental para a empresa. Profissionais sem atitude costumam apresentar falta de foco, ainda que apresentem competência técnica.

Outras características que também são muito importantes como inteligência, talento e educação, costumam estar muito próximas entre os candidatos, mas a atitude não. E é exatamente esse o diferencial do grande profissional.

Habilidade se treina, atitude não

Um profissional com muita atitude pode até encontrar alguma dificuldade para lidar com um processo ou um cliente, mas ele certamente terá a postura certa pra reagir diante das eventualidades, procurando se adaptar e oferecer um serviço melhor, inclusive desenvolvendo habilidades novas.

Já o profissional muito talentoso, acostumado a fazer tudo à sua maneira, pode encontrar sérias dificuldades na hora de mudar de postura e se adequar à cultura da sua empresa.

Assim, no dia a dia, as diferenças entre eles tendem a se acentuar, principalmente quando pensamos no aspecto coletivo do trabalho. É mais prudente contar com um colaborador que demonstra melhor capacidade de reação diante de adversidades do que outro que possui somente uma formação técnica muito aprimorada.

Como encontrar o profissional com atitude no processo de seleção

Como selecionador, você precisa repensar a sua abordagem durante a entrevista. Sendo assim, é possível seguir os seguintes passos:

  1. Estabeleça com clareza os critérios de contratação. Você pode começar criando uma lista com as prioridades e atributos dos candidatos que considera mais importantes para os interesses da empresa;
  2. Avalie como os candidatos tendem a se sentir ocupando a posição que você considera ideal para eles. Ofereça uma visão clara da cultura da sua empresa e verifique se existe compatibilidade. Neste ponto, é importante verificar a maneira como o próprio candidato se autoavalia;
  3. Considere técnicas criativas de recrutamento. Veja como o candidato demonstra atitude em situações que exijam isso dele. Procure sempre considerar o dia a dia da empresa na elaboração dessas técnicas;
  4. Envolva os principais nomes de sua equipe no processo. Se eles são o que a empresa tem de melhor, é recomendável que façam parte do processo e ajudem a selecionar novos profissionais.

Enfim, com essas dicas você tem maiores chances de diferenciar bons profissionais daqueles que, certamente, farão sucesso e trarão melhores benefícios à sua empresa. Tudo em função de um processo de seleção, apto a colocar em primeiro plano a atitude.

O que você achou destas dicas? Curtiu? Então compartilhe o texto nas redes sociais, pois ele pode ser útil para seus amigos também!