Afinal, você é um líder ou apenas um chefe? Já parou para pensar no assunto? Muitos gestores ainda confundem os dois termos, entretanto, os dois conceitos possuem significados muito distintos. O chefe é aquele que ocupa uma alta posição dentro da hierarquia empresarial, mas isso não quer dizer que ele será reconhecido como um líder pela sua equipe. É preciso entender que o comportamento de liderança transcende a hierarquia e não é imposto obrigatoriamente.

O verdadeiro líder é o representante da coletividade. Seus seguidores o reconhecem espontaneamente, pois além de se sentirem inspirados e motivados, eles acreditam nas ideias do líder, em seu caráter e em suas decisões. Isso vai além do cargo ocupado – até mesmo um dos colaboradores pode ser reconhecido dessa forma. A questão é que, para o gestor, essa postura deve ser intrínseca ao seu comportamento. Neste post, vamos descobrir um pouco mais sobre a importância de ser um bom líder.

Garanta a coesão do time

Em primeiro lugar, o líder deve ser capaz de manter a sinergia da equipe. Ele é o responsável por observar os pontos negativos que estejam prejudicando o desempenho da empresa, ou de algum departamento específico, e solucionar esse problema de maneira adequada, a fim de manter o ambiente de trabalho saudável para que as pessoas se sintam confortáveis e confiantes no trabalho que realizam diariamente.

Ademais, garantir a coesão do time é extremamente importante para que os colabores não só mantenham sua produtividade, mas para que também reconheçam a presença de um gestor líder e que, juntos, possam centrar seus objetivos no bem comum da empresa.

Melhore o clima organizacional

Quando os profissionais acreditam naquilo que estão fazendo, costumam se sentir muito mais motivados. Além disso, a inspiração na liderança também é um grande elemento motivacional – afinal, é fundamental ter bons exemplos no dia a dia.

Portanto, outro grande benefício trazido por um líder é a melhoria no clima organizacional, principalmente para as gerações, Y e Z, em que um dos fatores determinantes para a motivação e, consequentemente, para a permanência na empresa, é um bom clima interno, considerando que essa é a geração de profissionais que buscam, acima de tudo, qualidade de vida.

Garanta a produtividade na empresa

Com o time coeso e um bom clima organizacional, é claro que o resultado só poderia ser o aumento da produtividade do negócio. Quando todos estão envolvidos com os objetivos e a missão da organização, fica muito mais fácil coordenar as equipes e garantir bons resultados.

Além disso, profissionais motivados tendem a permanecer por mais tempo na empresa. A rotatividade pode ser um grande perigo, afinal, além da queda da produtividade devido ao período de treinamento e adaptação de novos profissionais, temos ainda impactos na gestão financeira, principalmente por conta dos custos com demissão, contratação e treinamento.

Como ser um bom líder?

Sim, se inspirar em figuras de liderança é um bom começo para assumirmos, nós mesmo, esse papel. Embora não haja uma fórmula mágica para isso, temos exemplos de grandes líderes carismáticos, como Barack Obama, ou ferozes e aguerridos, como Margaret Thatcher. Claramente ambos os exemplos possuem atributos bem distintos, positiva e negativamente.

Portanto, para reconhecer o perfil de líder que você é e, mais importante, como ser um bom líder para a sua equipe, procure o auxílio de um coaching especializado em lideranças a fim de explorar todo o seu potencial e o de sua empresa.

Para receber mais dicas sobre liderança, negócios e resultados, assine a nossa newsletter!

 

Celio Melim Jr.
Coach de Negócios
ActionCOACH SC
(47) 3028-1806 / (48) 8405-1800
www.actionworks.com.br