Tomar decisão e não agir, ceder a zona de conforto, aceitar menos do que poderia ter. Se algum desses pontos te parece familiar, esta leitura poderá mudar sua vida.

 

Não me recordo o autor, mas há uma frase que constantemente vem a minha mente “todas as suas conquistas aconteceram em um momento de perturbação em que teve de tomar uma decisão e sair da sua zona de conforto”. Fico relembrando todas as importantes decisões que tomei e diria que foi exatamente assim. Quando trato com meus clientes, percebo que o cenário também não muda.

 

Se esta é uma verdade, por que ainda há pessoas que relutam em tomar decisões e avançar para o sucesso? Como é possível pessoas medianas (no aspecto do êxito), desejarem mais, porém sem querer tomar decisões e… AÇÃO!?

 

Se você é um profissional (empresário, gestor, colaborador…) e se sente incomodado com alguma importante decisão que não está querendo tomar, tentarei esclarecer os pontos que participam desse seu momento:

  • A pressão

Não entrarei nos méritos da física, mas todo ser vivo do planeta sofre algum tipo de “pressão” para evoluir. Na nossa rotina, a pressão vem por todos os lados (família, sociedade, chefe, colegas, amigos). De alguma forma todos a nossa volta nos pressionam. Uns mais brandos outros mais intensos.

Ser pressionado não é ruim. É a evolução. Algum autor disse “quem não está crescendo, está morrendo”. Você vai parar de crescer?

 

  • A perturbação

Essa instabilidade emocional acontece todos os dias com você. Talvez você nem note, mas é quando titubeamos à uma resposta ou à um ato. Não é errado titubear, mas é errado não aceitar que neste momento você está tomando caminhos nas suas escolhas. Aquela voz que diz “será que precisa de tudo isso mesmo?” ou “estava tudo tranquilo, pra que uma mudança dessas” ou ainda “você já chegou até aqui desse jeito, é só continuar igual”.

Essas perturbações agitam sua mente e se não tiver uma preparação diária, constante e forte, essa “danada” vai te levar para trás.

Quando sua mente está perturbada com alguma intensidade de atividades é preciso parar, respirar, escrever todas as suas importantes decisões, listar a ordem de prioridade/impacto e agir!

 

  • O fracasso

Não agir é o fracasso. Aceitar sua condição atual é o fracasso. Abdicar de uma responsabilidade é um fracasso. Mas, não entenda fracasso como alguém sem nada. Entenda fracasso por manter-se parado (ou num ritmo muito lento), sem progresso num Mundo de oportunidade como vivemos.

Você sabe que está cheio de medíocres/medianos por aí. Você também sabe que tem caras mais ruins do que você com mais do que você. Você também sabe que, sua dedicação mínima, porém mais intensa poderia te levar a grandes lugares e resultados. Então, saber de tudo isso e permanecer é fracasso. Auto sabotagem!

A ignorância se dá quando não se sabe, a burrice é constada quando sabe o que precisa ser feito, e não faz.

 

  • O sucesso

Agir, partir para cima, se arriscar (controladamente), tentar, ir em direção ao que acredita que realmente te espera. Não ouvir o que te puxa pra baixo, eliminar pessoas negativas de sua convivência, dedicar-se ao aprimoramento contínuo, atitudes de vendedor!

Tudo isso vai garantir o sucesso!? Talvez. A grande sacada é quando você sabe que poderia ter ido além, foi, experimentou o prazer de avançar, progredir.

Seus relacionamentos pessoais e profissionais melhoram, sua visão de mundo melhora, as oportunidades aparecem mais frequentemente, sua qualidade de vida melhora com tudo isso. Auto alavancagem!

 

Quando ganhamos a “corrida dos milhões” e Deus nos deu a vida, ele não escolheu quem seria fracassado ou vitorioso. Ele deu a mesma caixa de ferramentas para todos nós trabalharmos. Uns querem quebrar parede com marreta, outros com martelo e outros no soco. Você determina o nível de dificuldade!

 

Ps.: Se tivesse, ontem, acabado o filme “Sua Vida”, como teria sido o final? Que tal, desde já, continuar esse filme e trabalhar para um final mais exitoso?

 

Conte comigo!

 

Com todo meu engajamento,

Gustavo Mentor Winkelmann

Business Coach & Mentoring

+55 (45) 9.9993-0987